Descubra as vantagens de se utilizar o TEF

Você já se perguntou alguma vez como funcionam as máquinas de cartão dos estabelecimentos comerciais? Como uma empresa recebe o dinheiro de todas as vendas mensais realizadas?

Primeiramente, o correto não seria chamar de “maquininhas de cartão”, porque por mais que visualmente estas máquinas sejam todas parecidas, existem diferenças drásticas por trás do  sistema de funcionamento de cada uma delas.

Por exemplo, existe o TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e existe o POS (Point of Sale), ambos possuem modalidades, normas, limites e mensalidades, mas as vantagens que o TEF oferece em relação ao POS são evidentemente significativas.

Como funciona o TEF?

É comum que as pessoas não saibam a diferença entre TEF e POS, pois para elas o que conta é a pinpad (a maquininha de cartão). O TEF é um sistema que faz a captação de todas as transações financeiras realizadas no pinpad e através da internet as envia para a rede adquirente para que sejam computadas.

O software instalado no computador do estabelecimento comercial juntamente aos pinpads conectados aos caixas concretizam as vendas, mas é o TEF que faz a conexão entre o sistema do banco ou financeira do cartão e a conta do estabelecimento.

Principais vantagens do TEF

Aceita grande variedade de bandeiras

O TEF tem a vantagem de trabalhar com uma vasta variedade de bandeiras, fator que faz com que haja uma abrangência maior de consumidores. Perder vendas porque o estabelecimento não aceita uma determinada bandeira de cartão, nunca mais.

É economicamente mais viável

No POS, normalmente é necessário pagar uma mensalidade para cada máquina no estabelecimento além de uma taxa previamente negociada por cada transação realizada, no TEF a mensalidade é inexistente.

Mais segurança e agilidade ao estabelecimento

As vendas podem ser realizadas de forma mais rápida e descomplicada. Como o pinpad esta conectado ao software que efetua a venda, os dados da venda não precisam ser informados novamente, o que torna o processo mais agil e seguro, não dando margem para erros operacionais.

Gestão financeira organizada

Com o TEF, independente de quantos pinpads estejam operando diariamente em sua empresa, todas as transações serão registradas em um mesmo sistema, o que evita que aconteçam falhas na contabilidade.
Diferente do modelo POS, onde as maquinas são mono-adquirentes e é necessário somar todas as notas de cada máquina para efetuar o fechamento do caixa.

10 vantagens do NFC-e sobre a ECF

O que é NFC-e (Cupom Fiscal Eletrônico)?

O NFC-e é o documento fiscal eletrônico que se dá mediante a venda para consumidores finais (pessoas físicas ou empresas não contribuintes). O NFC-e foi criado com intuito de substituir o antigo cupom fiscal e o ECF (emissor de cupom fiscal), tendo em vista que para impressão do mesmo era necessária máquina autorizada pela Receita Federal.Tal máquina (impressora fiscal), tem custo de manutenção e aquisição muito alto, algo desnecessário com o NFC-e. Já, uma impressora para NFC-e (impressora térmica não fiscal), custa de R$ 450,00 a R$ 800,00. Temos visto uma grande utilização da impressora EPSON T-20, que custa R$ 550,00 e ela tem feito um ótimo trabalho, além de ter um preço ótimo.

10 vantagens do NFC-e sobre o ECF

  1. Na NFC-e você não precisa adquirir o emissor de cupom fiscal (impressora térmica fiscal) que custa aproximadamente R$ 2.200, seu  cupom pode ser impresso em qualquer impressora, inclusive jato de tinta;

  2. Com a NFC-e, você pode economizar papel, pois pode enviar os documentos via e-mail ou deixar o cliente captar por QR CODE;

  3. Utilizando-se do certificado A1, você pode ter quantos pontos de venda quiser, e não ter que  investir em mais emissores ou máquinas, pois tudo é emitido via internet;

  4. Possibilidade de emissão via tablets e celulares;

  5. Dispensa de homologação do software pelo Fisco;

  6. Não há necessidade de autorização prévia do equipamento a ser utilizado;

  7. Flexibilidade de expansão de pontos de vendas nos períodos de alto movimento do comércio, sem necessidade de autorização prévia do Fisco;

  8. Simplificação de obrigações acessórias (dispensa de impressão de Redução Z e Leitura X, Mapa Resumo, Lacres, Revalidação, Comunicação de ocorrências, Cessação etc.);

  9. Dispensa do uso do Equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF);

  10. Ganho de espaço, já que todos documentos emitidos podem ser armazenados digitalmente;

Informações importantes sobre NFC-e

  • Não é possível imprimir e realizar a emissão de NFC-e (Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica) no ECF (emissor de Cupom Fiscal / impressoras fiscais lacradas);

  • Não é possível fazer carta de correção;

  • Somente é possível fazer devolução por NF-e;

  • Não é necessário informar os dados do cliente quando a venda for presencial, quando a venda for conm entrega a domicílio, é necessário;

  • O prazo para cancelamento é limitado por cada Estado, variando de 30 minutos até 48 horas;

  • O contribuinte emitente de NFC-e fica dispensado de enviar ou disponibilizar download ao consumidor do arquivo XML da NFC-e, exceto se o consumidor assim o solicitar, desde que antes de iniciada a emissão da NFC-e; Manual NFC-e versão 3.4 – página 3 Decreto 37.699/97 – Livro II – Art. 26-C

O que eu preciso para iniciar a emissão de NFC-e?

  1. Verifique se sua faixa de faturamento já exige a emissão de cupons fiscais (caso não atinja, você ainda pode realizar as emissões por opção própria);

  2. Se você já está obrigado a realizar a emissão, ou está abrindo um empreendimento novo, você deve se preparar para emitir os NFC-e;

  3. Entre em contato com seu contador e solicite ao mesmo a emissão de certificado A1 para sua empresa;

  4. Busque um software ou sistema de gestão que já realize a emissão desses Cupons Fiscais Eletrônicos (NFC-e) e comece a realizar suas vendas nessa nova modalidade. Caso tenha interesse, conheça nossa solução;

Sefaz passa a solicitar obrigatoriamente o uso do CEST em todos os produtos

Devido mudanças nas normas da Sefaz o uso do CEST passa a ser obrigatório a partir do dia 01/07/2017, O Código CEST surgiu através do Convênio 92/2015 publicado no diário oficial no dia 24 de Agosto de 2015 onde estabeleceu a sistemática de uniformização e identificação das mercadorias e bens passíveis de sujeição ao regime da Substituição Tributária e de antecipação do recolhimento de ICMS com encerramento de tributação nas operações subsequentes, definindo assim em sua uniformização 28 segmentos específicos.

O código CEST é vinculado ao NCM de cada produto, e o sistema Hiper já está adéquo a esta regra. Porém isto vale apenas para os produtos que estão utilizando NCM válidos, qualquer outro produto que não esteja com um NCM válido não conseguirá finalizar transações, pois, ao realizar a verificação nos servidores da Sefaz para finalização da venda, será retornado o erro afirmando que o NCM é invalido e que não possui CEST.

Para que isto não aconteça com você em momentos de vendas, criamos um tutorial para que você possa conferir seu cadastro de produto e possa estar deixando-o da forma correta.

Passo 1 – Tirar relatório de produtos com NCM inválidos

11

Passo 2 – Com a lista de produtos com NCM inválidos em mãos você terá que buscar produto a produto e modificar o NCM deles para um NCM válido.

2

A busca pelo NCM válido pode ser realizada através do seu contador, que irá te passar o NCM correto do produto ou pelo google digitando o nome do produto e a palavra NCM.
Ex.(NCM de Tinta para cabelo).

Petya – O novo Ransomware que está deixando os donos de empresas preocupados

O ransomware é um tipo de malware que sequestra o computador da vítima e cobra um valor em dinheiro pelo resgate, geralmente usando a moeda virtual bitcoin, que torna quase impossível rastrear o criminoso que pode vir a receber o valor. Este tipo de “vírus sequestrador” age codificando os dados do sistema operacional de forma com que o usuário não tenha mais acesso.

Nesta semana um ransomware conhecido como Petya aparentemente ressurgiu para afetar sistemas de informática em toda a Europa, causando problemas principalmente na Ucrânia, Rússia, Reino Unido, Espanha e França, informou na terça-feira (27) uma agência de tecnologia da informação do governo suíço, Symantec. Empresas de segurança, no entanto, afirmam que é cedo para apontar o malware como o gerador da instabilidade.

A empresa desenvolvedora de antivírus Kaspersky Lab realizou um comunicado sobre o assunto falando um pouco sobre o ocorrido e explicando como as pessoas podem se proteger deste ransomware:

“Informamos que no dia de ontem (27 de Junho), recebemos a informação sobre uma nova onda de ataques de ransomware global.  Nossas análises iniciais sugerem que não se trata de uma variante do ransomware Petya, como está sendo informado publicamente, na verdade trata-se de um novo ransomware não visto antes.  Apesar de possuir sequências similares ao Petya, tem funcionalidades completamente distintas.  Estamos chamando este novo ransomware de ExPetr. ”

Recomendamos que todas as empresas tenham um backup adequado e oportuno de seus dados pode ser usado para restaurar arquivos originais caso aconteça um evento de perda de dados.

Alguns sites conhecidos como o G1(Globo) e Tecmundo, também realizaram posts alertando sobre o assunto, e apesar de toda esta repercussão nenhum de nossos clientes ainda foi afetado pelo ransomware e para que continuemos com estas estatísticas pedimos para que sigam todos os procedimentos de segurança tanto com computador quanto o do backup.

Link para o post do Tecmundo: https://www.tecmundo.com.br/ataque-hacker/118368-ransomwares-petya-cryptolocker-variantes-wannacry-atacam-europa.htm

Link para o post do G1: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/petya-virus-de-resgate-pode-estar-por-tras-de-novo-ataque-cibernetico-na-europa.ghtml

A Legal Automação está contratando!

LEGAL CONTRATA!

Requisitos para a vaga:
– Estar disposto a fazer parte de um time de sucesso e fazer sempre o melhor!
– Ser muito comunicativo;
– Formação superior, cursando curso superior ou experiência profissional na área de negócios (administração, ciências contábeis e relacionadas) ou tecnologia (sistemas de informação, ciência da computação e relacionadas).
– Conhecimentos em informática (algo a mais do que Word e Excel) hardware, redes, etc.
– Bom humor e espírito de time.
– Residir em Itumbiara ou conhecer bem a cidade.
– Cnh ab.
– Disponibilidade para atendimento de plantão (domingos e feriados)

O que oferecemos:
– Plano de saúde.
– Salário compatível com o nível de conhecimento.
– Você vai trabalhar com uma equipe de alto desempenho, focada em resultados, aprendendo constantemente.
– Boas chances de crescimento profissional dentro da empresa.

Sua missão será:
– Atender nossos clientes, e atendê-los muito bem!
– Aprender todo know-how (conhecimento) que nossa empresa tem!
– Surpreender a cada atendimento realizado!

INFORMAÇÕES: (64) 9 8443-7600 / (64) 3433-5757
E-mail: eduardo@legalautomacao.com.br

A Policard ficará fora do ar neste sábado e domingo!

A Policard por meio de um comunicado enviado via e-mail nos informou que neste sábado (18/03) e domingo (19/03) a partir das 19:0hrs será cortada toda conectividade com os seus servidores para manutenção, por este motivo pedimos que coloquem avisos em seus estabelecimentos para informar ao seu cliente que neste período não estarão passando cartão Policard. Segue o e-mail enviado pela Policard.

“Boa tarde!

Para melhor atender os nosso clientes, parceiros e usuário, estamos efetuando um upgrade na nossa plataforma com objetivo de melhorar o ambiente como um todo.

Escolhemos uma data e dia que, pelo nosso histórico, de menor impacto possível.

Portanto entre às 19 horas do dia 18 de março (sábado) e 19 horas do dia 19 de março (domingo), haverá uma indisponibilidade programada de todos os nossos sistemas.

Com isso, não será possível a utilização dos cartões Up Policard na rede de estabelecimentos.”

Sefaz ficará fora do ar por alguns dias!

A Gerência de Informações Econômico-Fiscais (Gief), da Secretaria da Fazenda, informa que em decorrência de manutenção que será realizada do dia 24 (sexta-feira) a partir das 20h até 28/2 (terça-feira) os sistemas de autorização dos documentos eletrônicos: NF-e, NFC-e e NFA- Web e Agenfa não estarão operando nesse período. Como alternativa de emissão de notas fiscais eletrônicos, o contribuinte deverá emitir em contingência obedecendo cada modelo de documento fiscal. Publicação da sefaz.

 

Como ativar a contingência:

1º passo: No frente de caixa, cliquem em Menu Fiscal

 image1

2º Passo: Clique em ativa/desativar contingência offline

image2

3º Passo: Coloque o motivo e confirme

iamge3

Pronto agora você está com a contingência ativada e pode continuar realizando suas vendas até que os servidores da Sefaz se normalizem. Lembrando que em contingência é impresso 2 vias do cupom, sendo que uma via tem fica com a operadora de caixa para posterior transferência da Nfc-e; Automaticamente ao reiniciar o computador no outro dia o sistema pode ativar novamente, sendo assim se a Sefaz ainda não estiver ativa  ative novamente. Observe a “bolinha” no canto direito superior se esta “vermelha”. Se estiver esta em contingencia;

O carnaval está chegando, fique atento aos horários do nosso suporte!

Conforme cláusula da convenção de coletiva de trabalho firmada entre o sindicado do comércio varejista de Itumbiara e o sindicado dos empregados do comércio de Itumbiara, na próxima Segunda feira dia 27/02, é proibido o funcionamento do Comércio, em comemoração antecipada do dia do comerciário.

Sendo assim, informamos que entraremos em recesso no período de Carnaval entre os dias 27 e 28 de fevereiro e teremos atendimento apenas em regime de PLANTÃO.

O atendimento será apenas “técnico” para problemas que impeçam o funcionamento do sistema como: sistema não abre, não imprimi, não passa cartão, etc. Dúvidas operacionais, treinamentos, serão apenas agendados para o próximo dia útil para o consultor retornar.

O plantão ficará disponível das 8h às 12h somente no Celular / WhatsApp: 64-9. 9667-5757

Retornamos no dia 1º. de março (quarta-feira de cinzas) atendendo normalmente a partir das 7:30 h;

Desejamos a todos ótimo descanso para quem é de descanso e ótima folia para quem é de folia.

 

O horário de verão está acabando!

O horário de verão termina no próximo domingo (19), a partir da 00:00 horas, quando os relógios devem ser atrasados em uma hora nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

A medida, em vigor desde outubro, visa proporcionar uma economia de energia para o País, com um menor consumo no horário de pico (das 18h às 21h), pelo maior aproveitamento da luminosidade natural.

Com isso, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade. A mudança de horário é adotada no Brasil desde 1931.

Com esta alteração de horário você deve estar atento para realiza os ajustes necessários em seus sistemas e equipamentos para que não te “deixem na mão”. Segue a baixo os demonstrativos de como configurar os sistemas para o horário normal:

Como ajustar o horário de verão de sua impressora fiscal!

Como ajustar o horário de verão do seu relógio de ponto!